Pesquise no Grupo AVPH

Tartaruga de casco achatado


   Tartaruga de casco achatado ou Tartaruga de casco plano é uma espécie de tartaruga marinha endêmica da Oceania (Plataforma Continental da Austrália). Seu nome tem origem no termo em inglês "Flatback Sea Turtle", que faz referência ao seu casco ligeiramente plano ou de formato achatado quando comparada as demais tartarugas marinhas.o nome Depressus também faz essa referência ao formato do casco, significando em latim plano ou chato. Essas carapaças planas são hidrodinamicamente favoráveis e possibilitam a espécie atingir velocidades levemente maiores do que as das outras espécies marinhas.

   Essa espécie pode chegar a medir cerca de 1 metro de comprimento de carapaça. Sua carapaça é de coloração que varia do verde oliva ao cinza e o plastrão é de cor creme. Os filhotes possuem carapaças cinzas com os escudos distintamente delineados em preto, os plastrões e as bordas da carapaça são brancos. As bordas da carapaça são voltadas para cima e possuem 4 pares de escamas costais a menos do que as outras tartarugas marinhas. Possuem um único par de escamas na parte da frente da cabeça, sendo esta uma característica única desta espécie.

   Alimenta-se de algas, corais moles, pepinos do mar, peixes, camarões, caranguejos, siris, lulas, polvos e outros invertebrados marinhos em baías de águas rasas, recifes de corais, estuários e lagoas de água salgada próximas da Indonésia, Papua-Nova Guiné e na costa norte da Austrália.

   Esta espécie faz suas desovas apenas nas praias na metade norte da Austrália, iniciando em Exmouth na Austrália Ocidental, até Mon Repos Conservation Park em Queensland, sendo o local mais procurado Crab Island. As posturas possuem pequenas quantidades de ovos, variando entre 50 a 75 ovos por postura (dependendo do tamanho da fêmea, onde fêmeas maiores desovam uma quantidade maior de ovos). No entanto os ovos possuem maiores dimensões que a de outras tartarugas marinhas. O processo de desova dura em média cerca de 1 a 2 horas, iniciando com a confecção de camas para a escolha do local mais adequado para o ninho. O ninho é construído a partir de um buraco feito com o auxílio das nadadeiras, em seguida é efetuada a desova. Após a desova os ovos são cobertos com areia e o local é camuflado pela fêmea, que em seguida retorna par ao mar. Em uma temporada de desova as fêmeas costumam efetuar desovas a cada 15 a 20 dias, representando cerca de 2 a 4 posturas de ovos por temporada. Após terminada a temporada de desova elas só iniciam outra temporada cerca de 2 a 3 anos depois.

   Os ovos são vulneráveis a diversos predadores, entre eles os principais são os cães selvagens dingos, lagartos e raposas. O acasalamento ocorre no mar e dessa forma os machos não necessitam regressar mais para a terra, permanecendo sempre no mar. O grande tamanho dos ovos proporciona também o maior tamanho entre tartaruguinhas recém nascidas, reduzindo levemente os riscos de predação. As tartaruguinhas ao nascerem são guiadas pelas luzes do horizonte e correm para o mar. Os nascimento são sincronizados e a grande quantidade de tartaruguinhas correndo para o mar junto ajuda a se protegerem de seus principais predadores, os pássaros e caranguejos. Entretanto mesmo alcançando o mar, ainda não estão seguros, pois diversos peixes de águas rasas e tubarões estão sempre dispostos a apanhar tartaruguinhas perdidas. As estatísticas indicam que apenas 1 em cada 100 tartaruguinhas atinge a idade adulta.

   Essa espécie se encontra ameaça de extinção devido principalmente a intervenção humana, onde através de pescas acidentais por arrastão e a captura para consumo de animais e ovos tem reduzido drasticamente as populações. As alterações provocadas nas áreas de desova também causaram grandes impactos negativos nos números de nascimentos dessa espécie.

Dados do Quelônio:
Nome: Tartaruga de casco achatado ou casco plano
Nome Científico: Natator depressus
Época: Holoceno
Local onde Vive: Oceano Atlântico
Peso: Cerca de 150 quilogramas
Tamanho: 1,0 metro de comprimento
Alimentação: Onívora

Classificação cietífica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Testudines
Família: Cheloniidae
Gênero: Natator
Espécie:Natator depressus (Garman, 1880)

Referências:
- Red List Standards & Petitions Subcommittee (1996). "Natator depressus". IUCN Red List of Threatened Species. Version 2.3. International Union for Conservation of Nature. Retrieved 14 May 2011.
- Limpus, Colin (2007). A Biological Review of Australian Marine Turtles. 5. Flatback turtle Natator depressus (Garman). Queensland: The State of Queensland. Environmental Protection Agency.
- Burbidge, Andrew A (2004). Threatened animals of Western Australia. Department of Conservation and Land Management. pp. 110, 114. ISBN 0-7307-5549-5.
- Sea Turtle Restoration Project : Australia's Sea Turtles.


Loading...
loading...
loading...
   ® Atlas Virtual da Pré-História - AVPH.com.br | Conteúdo sob Licença Creative Commons | Política de Privacidade | Termos de Compromisso | Projeto: AVPH Produções
    Obs.: Caso encontre alguma informação incoerente contida neste site, tenha alguma dúvida ou queira alguma informação adicional é só nos mandar um e-mail. Tenha uma boa consulta !!!.